Criar um Site Grátis Fantástico




ONLINE
1


Partilhe esta Página



Total de visitas: 102193
Pontos de Ogum
Pontos de Ogum

1

Nesta casa de guerreiro
Ogum!
Vim de longa pra rezar
Ogum!
Rogo a Deus pelos doentes
Ogum!
Na fala de fé de Obatalá
Ogum!
Ogum salve a casa santa
Ogum!
Os presentes e os ausentes
Ogum!
Salve nossas esperanças
Ogum!
Salve velhos e crianças
Ogum!
Nego velho ensinou
Ogum!
Na cartilha de Aruanda
Ogum!
E Ogum não esqueceu
Ogum!
Como vencer a quimbanda
Ogum!
A tristeza foi embora
Ogum!
Na espada de um guerreiro
Ogum!
Na luz do romper da aurora
Ogum!
Vai brilhar nesse terreiro
Ogum!

 

2

Quem está de ronda é São Jorge
Deixa São Jorge rondar
São Jorge é guerreiro
Que manda na terra
Que manda no mar
Saravá meu pai
Saravá meu pai
Girar é bom
Girar é bom
Girar é bom, é bom girar

3

Eu não seria nada
Se não fosse Ogum
Para abrir a minha estrada
Valente guerreiro
Aqui chegou
Vencedor de demanda
Meu protetor
Em sua trajetória
Meu pai luta contra o mau
Foi nos campos de batalha
Que se tornou general
Eu não seria nada
Se não fosse Ogum
Para abrir a minha estrada
Salve seu Ogum de Ronda
Salve seu Ogum Megê
Saravá Beira Mar
Ogum Iara, Ogum de Lê
Salve toda a falange
Do glorioso guerreiro
Que corta toda a demanda
Aqui dentro do terreiro
Eu não seria nada
Se não fosse Ogum
Para abrir a minha estrada

4

Pedimos licença a zambi
A Oxum e Iemanjá
Para abrir nossos trabalhos
Com a bandeira de Oxalá
Saravá Ogum
Saravá Congá
Saravá seu Sete Ondas
Ele é rei é orixá
Saravá as almas
Saravá congá

Pisa na linha de Umbanda
Que eu quero ver
Ogum Sete Ondas
Pisa na linha de Umbanda
Que eu quero ver
Ogum Beira Mar
Pisa na linha de Umbanda
Que eu quero ver
Ogum Iara
Ogum Megê
Seu cangira de Umbanda auê
Ora pisa no reino ô cangira
Ora pisa no reino ô cangira
Tata de Umbanda ô cangira

5

Ogum em seu cavalo branco
Ele vem, ele vem chegando
No terreiro de Umbanda
Ele é Ogum
Ogum que vence demanda

6

Ogum já venceu, já venceu
Já venceu
Ogum vem de Aruanda
E quem lhe manda é Deus
E ele vem beirando o rio
Ele vem beirando o mar
Ô salve Santo Antonio da Calunga
Benedito, e Beira Mar

7

Na lua nova na Umbanda ele é Ogum
Ogunhê, Zambi ele é Ogum

E se Ogum está no céu ?
Não está não
E se Ogum está na lua ?
Não está não
Lerê lê lê lê ah
E se Ogum está de ronda no Humaitá ?
Lerê lê lê lê ah
E se Ogum está de ronda no seu congá ?

Se meu pai é Ogum
Vencedor de demanda
Quando chega no reino
É pra salvar filhos de Umbanda
Ogum, Ogum Iara
Salve os campos de batalha
Salve as Sereias do mar
Ogum, Ogum Iara

8

Ó que noite tão bonita
Ó que céu tão estrelado
Carruagem tão bonita
Carruagem tão formosa
Que Ogum ganhou

9

Ogum toma conta de mim
Não me deixe sofrer tanto assim meu pai
Quando eu morrer
Vou passar lá na Aruanda
Pra ver Ogum saravá filhos de Umbanda

10

Tem pena de mim, Ogum
Tem pena de mim
Vencedor de demanda
Tem pena de mim
Ogum, Ogunhê, capitão de Umbanda
Tem pena de mim

11

Na minha porta bateu
Passei a mão na pemba
Fui ver quem era
Era São Jorge guerreiro minha gente
Cavaleiro da força e da fé

12

Sua coroa de ouro é mariô
Diz Ogum é tata, é tata
A sua coroa de ouro é mariô

13

Quando os clarins tocavam
Sua banda formava
Ogum, general de Umbanda
Venceu a guerra nos campos de Humaitá

14

Quando Ogum foi para a guerra
Ele mandou orar, orar
Quando Ogum venceu a guerra
Ele mandou orar, orar
Orar, orar, é vencer !

15

Por entre matas
Por entre mares e terras
Eu entendi o que meu pai quis dizer
Que Ogum não devia beber
Que Ogum não devia fumar
Mas a fumaça são as nuvens que passam
E a espuma as ondas do mar

16

Ogum Sete Ondas, Ogum Beira-Mar
Olha que Ogum está de ronda
Chama Ogum e vamos trabalhar
Ogum é quem vence demanda
Deixa Ogum demandar
Olha que Ogum está de ronda
Chama Ogum e vamos trabalhar

17

Ogum e a Sereia
São dois cabos de guerra
A Sereia é a rainha do mar
Pai Ogum é guerreiro na terra

18

Saravá São Jorge
Ogunhê ô!
Saravá Ogum
Ogunhê ô!
Ô Ô Ô Ogunhê ô!
Salve Ogum Iara
Ogunhê ô!
E seu Beira-mar!
Ogunhê ô!
Salve Ogum de Lei
Ogunhê ô!
Salve Ogum Nagô
Ogunhê ô!
Salve Ogum Megê
Ogunhê ô!

19

Ogum olha a sua bandeira
É branca, é verde, é encarnada
Ogum, nos campos de batalha
Ele venceu a guerra
Sem perder soldados

20

Ogum venceu a guerra
Ogum é ordenacia de Oxalá
Quando Ogum vem de Aruanda
Ele vem para a Umbanda
Para seus filhos abençoar
Saravá Ogum Megê, Ogum Megê
Saravá Ogum Sete Ondas
Saravá Ogum Iara
Saravá seu Beira-Mar

21

Estava na beira da praia
Quando vi Sete Ondas passar
Abre a porta ó gente
Que aí vem Ogum
Com seu cavalo marinho
Ele vem saravá

22

Oxóssi assoviou para passar no Humaitá
Pra falar com Ogum Megê
Mensageiro de Oxalá

23

Seu cavalo corre
Sua espada reluz
Sua bandeira cobre todos os filhos de Jesus
Auê seu Ogum Iara
Aos pés da Santa Cruz

24

Nas patas do seu cavalo
Ele tem ferradura
Faca e punhal ele traz na cintura
Mas ele é Ogum General
Que venceu a guerra
Nos campos de Humaitá

25

Ogum de Ronda, rondei
Ogum de Ronda, ronda
Na sua aldeia lhe chamam
O rei das cobras coral

 

 

26

Quem beira rio, beira rio, beira mar
O que se ganha de Ogum só Ogum pode tirar
Seu Ogum de Ronda
É quem vem girar
E vem trazendo folhas
Pra descarregar

27

Ogum Dilê pelo mundo andei
Ogum Dilê pelo mundo anda
Mas olha eu senhor Ogum
Pelo mundo andei
Pelo mundo anda

28

Ogum guarda a pedreira
Mandado por Oxalá
Com a espada e com a lança Ogum
Seus filhos vem ajudar

29

Ogum Beira-Mar os teus filhos te chamar
Quando ele vem
Beirando a areia
Vem trazendo no braço direito
O rosário de Mamãe Sereia

30

Beira-Mar , auê Beira-Mar
Ogum já jurou bandeira
Nos campos de Humaitá
Ogum já venceu demanda
Vamos todos saravá
Salve Ogum Beira-Mar

31

A sua espada brilha no raiar do dia
Seu Beira-Mar é filho da Virgem Maria
Seu Beira-Mar, beirando a areia
Seu Beira-Mar é filho da Mamãe Sereia

32

A sua espada é de ouro
Sua coroa é de Rei
Ogum é Tata de Umbanda
Seu cangira, munganga
Ogunhê!

33

Na onda do mar
Navega Beira Mar
Na onda do mar
Vem o caboclo do mar
Iemanjá traz a força do mar
Da sua força nasceu seu Beira Mar
Ogum respeita o céu
Ogum respeita a terra
Ogum respeita o ar
Ogum na água é o caboclo do mar

34

Na lua nova eu adorei Ogum
Adorei, adorei Ogum

35

Na frente da romaria
Eu vi um cavaleiro de ronda
Ele trazia um escudo no peito
E uma lança na mão
Ele é Ogum que guerreou
E matou o dragão

36

Em seu cavalo branco
Seu capacete é dourado
Ogum, ele é meu padrinho
Ele é meu padrinho
Ele é meu protetor

37

Filho de pemba bebe água no rochedo
Filho de Ogum corre campo e não tem medo
Vou pedir ao criador
Que derrame seu amor
Aos nosso guias e ao nosso Babalaô

38

Na alvorada um cavaleiro surgiu
Com sua lança e seu escudo a brilhar
Seu capacete reluzia em pleno céu
Ele é Ogum, ele é seu Beira Mar
Salve meu Pai Ogum
Ele vem trabalhar
Ele vence demanda
Salve seu Beira Mar

Que cavaleiro é aquele ?
Que vem cavalgando pelo céu azul ?
É seu Ogum Matinata
Ele é defensor do Cruzeiro do Sul
Ê ê ê Ê ê ah seu cangira
Pisa na Umbanda
Onde é que vai tão bonito?
Quem vem navegando em pleno luar ?
É seu Ogum Sete Ondas
Ele vem ao encontro de Ogum Beira Mar
Ê ê ê Ê ê ah seu cangira
Pisa na Umbanda

39

Ogum vai embora para sua banda
Olha a banda com banda
É katingelê
Firma ponto, Ogum vai embora
Firma ponto ogunhê

40

Mandei selar meu cavalo
Para Ogum viajar
Vai para a terra de Nª Sra da Glória
Ele vai, mas torna a voltar
É madrugada
Toca a alvorada
E aí vai Ogum
Seu Ogum Sete Ondas
A benção meu pai
Quem é filho de Ogum
Roda, balança e não cai

Selei, selei, seu cavalo selei
Olha, Ogum já vai embora
Seu cavalo selei
Seu ordenancia mandou avisa
Seu cavalo está pronto para ir viajar
Mas como é lindo no clarão da lua
Seu cavalo branco com a imagem sua

41

Adeus Ogum
Adeus cavaleiro de Umbanda
Adeus Ogum
Adeus guerreiro de Aruanda
Adeus Ogum
Ogum, Ogum !